quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Achado



Estava assistindo o "Happy Hour" da Gnt e um dos assuntos era falar sobre pontos importantes de 2009. Sobre música falaram sobre Maria Gadú, e eu fiquei...Quem? Onde?
Não sei como nunca tinha ouvida falar de Maria Gadú, fui procurar, ouvi o cd, vi vídeos e me APAIXONEI.
Realmente é impressionante a quantidade de gente boa que existe no meio da música.
Gadú tem uma voz muito gostosa, canta músicas excelentes, pra quem gosta de mpb não pode deixar de conhecer! Destaque para as músicas "Shimbalaiê" e "Ne Me Quitte Pas".

Tudo está acontecendo muito rápido na vida da paulistana de 22 anos Maria Gadú. Em menos de cinco meses chegou ao Rio, fechou contrato com a Som Livre para o lançamento do disco de estréia e atraiu à sua temporada no Cinemathèque ninguém menos que Caetano Veloso e Milton Nascimento, além de uma penca de outros artistas, críticos musicais, cineastas, atrizes, descolados e músicos.

O público em geral compartilha o mesmo sentimento. Está diante de uma cantora e compositora de verdade, presenciando o nascimento de um novo talento, não conseguem compará-la a nada. Maria é diferente de tudo o que já viram.

Quando Gadú sobe ao palco, qualquer desavisado pode achar que ela faz parte de uma nova onda rock´n´roll, meio punk, meio indie. Ousada, ela parece mesmo que vai chegar na marra, cheia de atitude; mas basta abrir a boca, para a cantora mostrar suavidade em forma de MPB, com tudo muito próprio: letra, música e voz. Este contraste surpreende e seduz. Talvez isso explique um pouco Maria Gadú. Mas ninguém quer saber de entender. Melhor prestar atenção e deixar acontecer.

3 comentários:

Malu disse...

Eu adoro os hits dela.
Bela flor não sai da minha cabeça..trabalho escutando essa musica sempre que posso.
Ela arrasa.beijos!

Daniele disse...

A voz dela é maravilhosa.
Gosto da interpretação da muscia: lanterna dos afogados..
beijos

Aniinha ;D disse...

muito bom seu texto ;D